Como Funcionam as Comunidades Sustentáveis

0
375

No primeiro contato com uma comunidade sustentável, como é por exemplo, a Serenbe, que ficam nos Estados Unidos, imediatamente dará para observar vários detalhes. Muita coisa boa pode ser vista, como a falta de carros entupindo as ruas e assistir a cena de um grupo de vizinhos, juntos, na varanda, assistindo o sol da tarde.

Porém, o que não dá para ver logo de cara são os materiais renováveis que fazem parte da construção das casas e das instalações energéticas. Além das plantas orgânica e nativas que garantem mais beleza ainda oa lugar.

Como São as Comunidades Sustentáveis

Tem muita coisa para se ver e muita coisa para aprender em uma comunidade sustentável, que também são denominadas ecovilas. A ideia principal desses lugares é diminuir o impacto sobre o meio ambiente e ainda garantir uma boa qualidade de vida. Pessoas que decidem viver uma comunidade sustentável acreditam que a criação do lixo pela humanidade e o consumo atual não estão sendo bons para a Terra.

Uma consciência que é fundamentada, o World Wildlife Fund revelou que nos dias de hoje, os recursos são consumidos 25% mais rápido do que levaria para ser renovado. Com outros dados alarmantes, nesse caminhar, em 2050, precisaremos de um outro planeta para conseguir viver.

Nem toda comunidade sustentável é igual, elas possuem algumas abordagens diferentes em relação ao modo de viver de maneira equilibrada com o meio ambiente. Além disso, tem a necessidade básica de dar a população boa qualidade de vida e lembrar que é necessário melhorar muito e salvar o planeta para as gerações futuras.

Por exemplo, algumas dessas comunidades estão focadas somente em enriquecer o ambiente, enquanto outras, somam a isso o melhoramento das condições econômicas e sociais.

Principais Características das Comunidades Sustentáveis

  • Em geral, as comunidades sustentáveis buscam reduzir o consumo, diminuir a quantidade de lixo produzido e preservar o espaço aberto.
  • Nas comunidades sustentáveis os recursos não são gastos mais rápido do que podem ser repostos. Assim como não produzem nenhum tipo de desperdício.
  • Existem comunidades sustentáveis mais radicais que as outras, que por exemplo, procuram se desvincular de qualquer serviço público e não querem nenhum dinheiro proveniente do governo.
  • As comunidades também possuem espaço para incentivar os moradores a trabalharem em conjunto para o grupo.
  • Algumas comunidade sustentáveis loteiam uma parte do espaço para uso comercial e fazendo com que o lugar se torne auto-suficiente, sendo assim, os moradores compram o que precisam no mesmo lugar.
  • O projeto de comunidade sustentável é definido como viver-trabalhar-brincar no mesmo lugar e com um bom relacionamento com o meio ambiente.

Veja Alguns Exemplos de Construção Sustentável:

  • Os prédios são projetados visando aproveitar ao máximo as capacidades de aquecimento do solo e de iluminação.
  • Toda construção recebe o sistema de economia de energia.
  • Na construção, eles visam utilizar fontes locais de materiais, para reduzir o impacto ambiental com transporte.
  • Os materiais usados na construção são atóxicos e duráveis, que sejam fruto da reciclagem ou que tenham sido retirados da natureza visando técnicas sustentáveis.
  • As casas podem ser construídas com fardos de palha com blocos estruturais, barro e areia, casas de massa, com sacos de terra, entre outros.
  • São usadas técnicas de construção verdes para os projetos das comunidades sustentáveis.
  • São cultivadas plantas nativas e também aquelas que suportam à seca, uma forma de reduzir o gasto de água.
  • Procuram ter uma área bem grande e verde.
  • Procuram reciclar o próprio lixo quando é possível e fazer a menor quantidade de lixo possível. O esgoto, por exemplo, vira um composto que serve para fertilziar as plantas. A água da chuva é captada para regar as plantas.

No mundo já existem mais de 400 comunidades sustentáveis. Veja o exemplo de uma delas:

A comunidade sustentável Dancing Rabbit também chamada de eco-vilarejo, fica no Missouri, Estados Unidos.

Essa comunidade possui 280 acres e fica bem no nordeste de Missouri e suas metas vão além dos dias atuais, mas através das práticas, buscam atingir metas a longo prazo.

A comunidade sustentável Dancing Rabbit trabalha para se tornar 100% auto-dependente. É uma daquelas comunidades que falamos acima que é radical.

Os fundadores dessa comunidade sustentável esperam que a cidade chegue a ter entre 500 a 1000 habitantes para que dessa forma, seja uma comunidade bem grande, diversificada e consiga produzir tudo aquilo que precisa para o próprio consumo.

A Dancing Rabbit é tão radical que possui a própria moeda, esse é um modo de incentivar os seus moradores a comprar somente no comércio local e ainda, gerar empregos. Para que tudo funcione como pretende os seus fundadores foram criadas 6 diretrizes, que para alguns ambientalistas “acomodados” são consideradas extremas, por isso, a fama de radical.

1- Todos os moradores da comunidade sustentável Dancing Rabbit estão proibidos de entrar com carro dentro do vilarejo. Na verdade, veículos são completamente proibidos dentro do lugar.

2- Não são permitidos: combustíveis para refrigeração, combustíveis fósseis para carros, refrigeração doméstica e nem aquecimento e nem aquecimento de água doméstico.

3- Qualquer cultivo que seja feito dentro da comunidade sustentável de Dancing Rabbit é obrigatório que seja orgânico.

4- A energia só é permitida caso a fonte seja de recursos renováveis, caso o contrário, também não pode ser usada.

5- A madeira só pode ser consumida caso seja da própria comunidade, vinda de fora, está proibida. Porém, caso a madeira seja recuperada ou reciclada a sua entrada passa a ser permitida, mesmo que vindo de fora.

6- Os materiais recicláveis e o lixo orgânico precisam ser reincorporados em produtos que possam ser utilizados e isso deve ser feito usando a técnica da compostagem.

7- A ideia é que a longo prazo dentro da Dancing Rabbit o crescimento populacional se torne negativo. O que significa que os habitantes atuais que são poucos e para chegar a meta de aumentá-los a mil pessoas devem ser aqueles que fora que adotam novos hábitos.